Campanha de arrecadação de fundos para o diagrama elétrico da placa-mãe do notebook PowerPC

  1. Design PowerPC notebook Motherboard

    Donation Campaign for the Electrical Schematics of a PowerPC Notebook motherboard

    €13,518.00 donated

Sobre o projeto do notebook Linux PowerPC

Nós queremos muito fazer acontecer: um notebook PowerPC notebook lançado como código livre.

Para atingir esta meta, várias etapas precisam ser realizadas, como projetar uma placa-mãe personalizada que caberia em um chassis genérico para notebooks.

Desde outubro de 2014, quando nosso projeto foi lançado, o número de pessoas interessadas cresce continuamente. Já temos alguns voluntários experientes. Alguns deles, capazes de contribuir com a revisão e controle de vários aspectos do design eletrônico. Infelizmente, depois de todos esses anos, ainda estávamos com empecilhos, por falta de tempo, de engenheiros capazes ou outras habilidades profissionais.

Para resolver a situação, contactamos em 2016 a firma italiana ACube Systems, uma companhia com alguma experiência no projeto de placas-mãe PowerPC. Tivemos sorte, pois encontramos um grupo de pessoas entusiasmadas que compartilham nossa crença nos benefícios de longo prazo da filosofia do hardware aberto, e sua experiência em projetar várias placas-mãe PowerPC fazem deles a escolha ideal de parceiro para nosso projeto.

Junto com a ACube, conseguimos terminar o diagrama elétrico da placa, mas um designer profissional tem que ser pago.

Então, o grupo envolvido com o projeto decidiu “botar a mão na massa” e lançou uma campanha de arrecadação de fundos para pagar esta parte do trabalho.

Em 2016, fundamos a “Power Progress Community”,  uma entidade sem fins lucrativos com sede em Milão, Itália, para gerenciar as finanças e assinar contratos. A missão da associação é dar nova vida à plataforma PowerPC (PPC), por meio da adoção de hardware e software abertos, aliado à outras atividades paralelas para promover a pesquisa e o desenvolvimento da plataforma.

Um plano detalhado foi preparado junto com a ACube, e estamos prontos para compartilhá-lo com todos.

A comunidade Power Progress e a ACube concordaram em projetar e fabricar a placa-mãe na Itália, e o chassis comprado em lote de uma ODM que fabrica unidades de 15 polegadas para notebooks x86.

Atividades atuais

O esforço da comunidade Power Progress para revitalizar a plataforma PowerPC involve várias atividades, e aqui listamos algumas das mais importantes.

Nós fundamos uma comunidade de membros entusiasmados e com diferentes habilidades, mas compartilhando a mesma meta, e os agrupamos de acordo com temas como hardware, software, e comunicações.

Depois do anúncio feito pelos desenvolvedores do Debian de cancelar o suporte oficial à arquitetura PowerPC, um grupo dedicado de programadores uniu forças e agora está tentando manter os ports PowerPC, visando manter o suporte ao PowerPC no mesmo nível das outras plataformas. Claro que, para realizar tal tarefa, estamos sempre em busca de mais voluntários. Não hesite em visitar nossa Wiki.

Notícias são publicadas regularmente na página da associação, na página do projeto, nos fóruns, e nos nosso perfis nas redes sociais (Twitter e Facebook). Nós compartilhamos nosso ponto-de-vista e estabelecemos contato com outros projetos ou entidades privadas que estejam interessados em apoiar a plataforma PowerPC.

Temos um kit de desenvolvimento baseado na CPU T2080 (T2080RDB, Reference Design Board) há 2 anos mas, infelizmente, nosso desenvolvedor teve muitos problemas. Estes foram resolvidos e as atividades destinadas à resolução dos procedimentos de inicialização do hardware recomeçaram.

Durante alguns meses, o grupo de hardware tentou analisar requisitos para os componentes eletrônicos da placa-mãe, mas não conseguiu atingir um produto de qualidade industrial com a mão-de-obra limitada disponível. O trabalho realizado será repassado para o designer profissional e usado como um ponto inicial mais avançado.

Nós já decidimos a maior parte das especificações técnicas do notebook, mas é possível que alguns detalhes mudem durante a análise dos engenheiros. Atualmente, as especificações são as seguintes:

 

  • CPU: NXP T208x, e6500 64-bit Power Architecture com tecnologia Altivec
    4 x e6500 núcleos com dual-thread, 2MB de cache L2 backside de baixa latência, 16GFLOPS por núcleo
  • RAM: 2 slots de RAM DDR3L SO-DIMM
  • VIDEO: MXM Radeon HD (removível)
  • AUDIO: DSP para som, entrada e saída de áudio
  • USB: portas USB 3 e USB 2
  • ARMAZENAMENTO:
    • NVM Express (NVMe), conector M.2 2280
    • 2 x SATA
    • 1 x leitor de cartão SDHC
  • REDE:
    • 1 x porta ethernet RJ-45
    • WiFi
    • Bluetooth
  • POWER: carregador de bateria e gerenciamento de energia integrados
  • CHASSIS:  chassis genérico de 15,6”

Meta final e plano

A meta final da campanha de arrecadação é publicar um diagrama elétrico que qualquer companhia possa produzir. A performance do diagrama será comprovada e certificada graças aos testes exaustivos que seram realizados nos protótipos. O design será feito pela companhia italiana ACube Systems, contratada pela Power Progress Community. Todos os resultados estarão disponíveis publicamente, sob acordo realizado entre a Power Progress Community e a ACube Systems.

Para melhor planejar todas as atividades e os recursos disponíveis em termos de mão-de-obra, identificamos quatro fases:

  • Pesquisa dos componentes de hardware, análise da arquitetura, diagrama dos circuitos elétricos (12600 Euros, 30 dias úteis);
  • Circuito impresso (PCB) no formato Gerber do diagrama elétrico (11950 Euros, 30 dias úteis);
  • Produção e entrega de 5 protótipos funcionais (8800 Euros, 40 dias úteis);
  • Teste do hardware usando software fornecido pelo fabricante (ACube) (14400 Euros, 30 dias úteis);
  • Pré-certificação da certificação CE (12500 Euros).

Os dias úteis não serão contínuos, mas sim de acordo com a transferência de fundos da associação PowerPC para a ACube, dependendo exclusivamente do fluxo de doações.

Primeira fase: pesquisa e design do hardware

Esta fase tem como meta a identificação e design de todos os aspectos relacionados à placa-mãe, graças à contribuição de um engenheiro eletrônico contratado.

É a fase mais delicada do projeto. Só depois de ter certeza sobre quais componentes serão usados, poderemos reduzir as incertezas em torno das especificações e, consequentemente, dos custos de produção. As outras fases serão provavelmente mais restritas e rápidas.

Poderemos assinar o primeiro contrato já antes da meta inicial de 12600 Euros.

Notícia, 10 de agosto de 2017: assinamos o contrato com a ACube Systems.

Então, a campanha de arrecadação continuará sem uma data limite. Assim que atingirmos a meta de 12600 Euros da fase 1, o trabalho será finalizado pela ACube e eles produzirão o diagrama elétrico.

Progresso na fase 1 depende exclusivamente das doações.

Como a placa-mãe final precisa aderir aos padrões Open Source Hardware, estamos convencidos da necessidade de evitar assinar acordos de confidencialidade (NDA). Mas, durante a pesquisa, descobrimos que não será possível atingir um padrão 100% aberto sem abrir mão de certas funcionalidades chave. De qualquer forma, tentaremos o maior grau de abertura possível.

Compartilharemos os detalhes do design, fora chips cobertos por NDA, fazendo com que o produto final seja tão irresistível para que todos doem entusiasticamente!

Mecanismos de arrecadação

Gastamos um tempo inimaginável discutindo qual seria a melhor maneira de gerir nossa campanha de arrecadação, e decidimos não usar nenhuma plataforma comercial.

Ser uma entidade sem fins lucrativos tem suas limitações. Não podemos produzir ou vender produtos. Mas tem a vantagem de não ter prazos ou planos de negócio. Temos a liberdade de adotar soluções alternativas financiadas por doações espontâneas ou recorrentes.

Cada uma das fases citadas será financiada separadamente, e cada uma coberta por um contrato separado com a ACube, começando assim que atingirmos as metas financeiras de cada uma. Assim que o fabricante entregar o resultado de uma fase, começaremos a seguite, com o lançamento de nova campanha.

Nós anunciaremos publicamente o progresso e responderemos todas as perguntas. Todos poderão avaliar a qualidade dos resultados e até ajudar-nos a atingir a meta final.

Claro que todos podem doar várias vezes durante cada fase, ou fazer uma só doação, mas de maior valor; ou como queiram. =)

Como doar:

Online – PayPal

Offline – Transferência bancária:

Banco: Banca Etica
Dono da conta: POWER PROGRESS COMMUNITY
IBAN IT94X0501801600000012339610
BIC SWIFT CCRTIT2T84A

Indique a origem da doação usando os campos de texto ao preparar a transferência:

“PPC notebook donation – NOME and SOBRENOME”

(ex..: “PPC notebook donation – John Cocke”)

Use o mesmo nome que você usou na página de doação.

Depois de fazer a transferência:

Clique Donate e escolha “Offline payment”.

Doações anônimas são permitidas.

Quem está envolvido na campanha

A comunidade Power Progress é uma entidade sem fins lucrativos composta por indivíduos que contribuem voluntariamente par ao progresso do movimento de hardware of software Open Source. A missão do movimento não é vender produtos, e o notebook PowerPC é um exemplo. No nosso caso, a comunidade está trabalhando para criar um potencial mercado consumidor que seja grande o suficiente para encorajar um fabricante a produzir o notebook.

A Power Progress Community for concebida durante os trabalhos do projeto do notebook GNU/Linux PowerPC, que foi iniciado em outubro de 2014. Durante estes anos, a comunidade agregou indivíduos apaixonados pelo movimento do software livre, PowerPC e consumo ético e responsável. Juntos, decidimos fundar a associação, e começar a apoiar idéias e projetos ainda maiores para o futuro.

A associação promove e dissemina software (especialmente livre) e hardware aberto (com foco, mas não limitado, ao PowerPC e OpenPower), com a meta de compartilhar conhecimento e habilidades.

A ACube Systems é uma empresa italiana que produz sua própria linha de placas-mãe PowerPC. Desde o começo do projeto, a ACube concordou em construir nossa placa-mãe. Agradecemos à equipe da ACube por possibilitar um caminho transparente em direção ao um hardware totalmente aberto, com a publicação de todos os detalhes técnicos do hardware.

FAQ

Por que uma campanha de arrecadação de fundos por doação?

Não podemos usar uma plataforma comercial de crowdsourcing porque elas se limitam à produção de um produto e um dos requisitos é a existência de um protótipo antes mesmo do inicio da arrecadação. Nós não estamos vendendo um produto, mas sim apoiando pesquisa e desenvolvimento. Para atingir esta meta, precisamos financiar o trabalho dos engenheiros. A única solução foi começar a aceitar doações diretas, e criando uma página exclusiva para documentar nosso progresso.

Projetar um notebook PowerPC é uma das metas da Power Progress Community, então as doações financiam diretamente a missão oficial da associação. Cada doação deve ser vista como livre, e você como doador entende que não vai receber um produto físico em retorno. Sua doação será usada para a publicação da documentação técnica que permitiria à qualquer empresa produzir uma placa-mãe PowerPC.

Não temos uma data limite para a entrega da fase 1. Ela só será iniciada quando antingirmos a meta inicial para assinar o contrato com a ACube (4000 Euros para a fase 1). A ACube começará a pesquisa e o design assim que contrato seja assinado. De acordo com nossas enquetes, cerca de 100 pessoas estão dispostas a financiar a fase 1 assim que possível, então temos confiança que começaremos logo.

No pior caso

No pior caso, todos os doadores votarão como usar os fundos recebidos, com a única limitação sendo a missão da associação.

Como a missão é determinada pelos membros da associação, você pode como doador também se juntar à comunidade Power Progress, com uma contribuição anual.

As doações não podem ser reembolsadas

A comunidade Power Progress é regida pelas leis italianas. Doações não são reembolsáveis, mas livres e finais, e usadas para atingir as metas da fundação, e não para vender produtos.

Restrições para uma comunidade sem fins lucrativos na Itália

Uma organização como a nossa tem que considerar as seguintes limitações:

  1. Não pode comercializar produtos;
  2. Pode receber doações, mas não pode reembolsá-las;
  3. A associação precisa ser coerente com sua missão, e pode solicitar doações para tais metas.

O que podemos fazer, então, baseia-se nos seguiontes pontos:

  1. A associação pode ter uma meta particular e soliciar doações para tal, mas nunca pode devolver o dinheiro.
  2. As doações são altruístas, sem esperar nada de volta como compensação.
  3. A lei italiana permite a uma associação financiar pesquisa e desnvolvimento para um projeto ou atividade.

O que acontece se a campanha falhar?

Como mencionado, não podemos reembolsar as doações. Consequentemente, se os fundos coletados não forem suficientes para financiar a pesquisa, serão usados para financiar outra meta parte da missão da organização.

O dinheiro todo será usado para a pesquisa?

Quase todo. Qualquer plataforma para pagamentos cobra taxas, seja PayPal ou uma transferência bancária. Como somos sem fins lucrativos, dentro da União Europeia paga-se 1,8%+0,35 Euro de taxas. Doações oriundas de fora da União Europeia pagam 2,8%+0,35 Euro de taxas. Em alguns casos, taxas podem ser de até 4%. Se a sua transferência bancária for oriunda de fora da União Europeia, o banco cobra caro: 6 Euros.

O que acontece se o valor arrecadado exceder a meta da campanha?

O dinheiro que sobrar será usado para a próxima fase.

 

 

 

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.