Expansão das colaborações: notícias de maio de 2020

This image has an empty alt attribute; its file name is network-3592136_1280.jpg
Imagem por Gerd Altmann da Pixabay

No último post, mencionamos que uma nova versão da esquemática elétrica está em andamento. Após algumas rodadas de revisões internas e aprimoramentos, uma nova versão está pronta para ser publicada.

This image has an empty alt attribute; its file name is PPC_notebook_electrical_schematics_v0.3.jpg

Nós publicamos uma versão PDF das esquemáticas exportadas do software ORCAD que está sendo usado pelo projetista. Você pode navegar pelo documento e investigar cada componente. Infelizmente, devido à complexidade do documento, alguns visualizadores PDF não conseguem exibi-lo corretamente. Caso isso aconteça, use outro leitor de PDFs.

Após receber as novas esquemáticas, já solicitamos algumas mudanças ao projetista. Gostaríamos particularmente de elevar o consumo máximo de energia da placa-mãe para 90W, para suportar placas de vídeo MXM3 de 55W. Por exemplo, a AMD Radeon E9174 (GCN 4.0) dissipa um máximo de 50W.

Se você acha que uma capacidade de dissipação térmica de 90W é muito para um laptop, digo que no laptop que estou usando para digitar este post (um Dell XPS 15 9570 de 2018), após conectá-lo a um medidor de força, o consumo oscila entre 40W e 90W (não sei o motivo – só tenho um navegador aberto). Também tentei jogar jogos 3D no Dell e o consumo atinge 110W ou até 130W, que é o limite da fonte de alimentação.

Na versão atual da placa-mãe, como você pode ver nas esquemáticas elétricas (páginas 3 e 4), existem 2 slots SO-DIMM DDR3L que suportam memória DD3L não-ECC (com um máximo de 1866 MT/s, PC3-14900). Optamos por módulos não-ECC porque são muito mais fáceis de achar no mercado e mais baratos que ECC. Será fácil ter 32GB de RAM (2x 16GB), ou até o limite de 64GB, se você puder encontrar módulos de 32GB SO-DIMM.

This image has an empty alt attribute; its file name is ppc_block_diagram_15_05_2020-scaled.jpg
Diagrama de bloco do notebook PowerPC, maio de 2020

Neste diagrama de bloco, você encontra um extensor GPIO. Ele será útil para debug dos protótipos e será removido do projeto final.

Graças aos apoiadores do nosso projeto (lista), mesmo com as dificuldades impostas pelo impacto do coronavírus no cotidiano de todos, já atingimos 60% da nossa meta, dando-nos confiança de que será possível obter o design do PCB em tempo razoável.

Ainda precisamos arrecadar 40% (7600 EUR, 8400 USD) para atingir nossa meta atual. Pedimos a colaboração de todos.

  1. render powerpc notebook

    Donation Campaign for PCB design of the PowerPC Notebook motherboard

    €14,180.16 donated of €19,000.00 goal

Gostaríamos também de convidar a todos os que tenham a habilidade técnica para contactar-nos caso possam ajudar com a revisão das nossas esquemáticas de hardware e melhorar a qualidade da nossa placa-mãe final.

Enfatizamos que a associação Power Progress Community por trás deste projeto tem como meta de longo prazo remover as barreiras para o acesso e compartilhamento de conhecimento tecnológico. Poder compartilhar livremente o design de uma placa-mãe de laptop vai melhorar dramaticamente a situação atual onde acessar esse tipo de informação é difícil para profissionais da área, ainda mais para estudantes e entusiastas. Além do mais, focar em tecnologias alternativas ajuda a disseminar uma cultura de diversidade, tão importante em um mundo onde as gerações mais novas nem imaginam que exista um mundo além do x86 ou ARM.

Trabalho no U-Boot

This image has an empty alt attribute; its file name is 780px-U-Boot_Logo.svg_.png

Nosso devkit T2080RDB inicia com placas AMD Radeon HD o GNU/Linux PPC. Até agora, testamos com sucesso o Debian 10, o OpenSuse, o VoidLinux e o Fienix. Porém, por falta de apoiadores experientes no U-Boot, ainda não temos suporte à saída de vídeo antes do kernel do Linux. Recentemente, um grupo de apoiadores nos contactou e se juntou ao projeto. Graças a eles, estamos confiantes de que resolveremos o problema, e que até atualizaremos a versão mais nova do U-Boot. Esperamos poder anunciar boas novas em um futuro não muito distante.

Progresso na versão big endian da Unreal Engine PPC64 no VoidLinux

Graças ao JT, do grupo VoidLinux que suporta o PowerPC, entendemos que o problema atual da ABI que enfrentamos quando tentamos compilar a Unreal Engine 4.23 no nosso sistema Debian Sid PPC64 é que, sob o Debian PPC64, o compilador clang suporta abiv1, mas o linker LLD não. Como se não bastasse, JT nos disse que a biblioteca Mesa em big endian suporta o OpenGL 3.2 mas, infelizmente, o Unreal Engine parece precisar de uma versão mais nova do OpenGL.

Esse problema da ABI durante a compilação pode ser resolvido obtendo-se uma versão do abiv2 ou substituindo-se o linker usado (por exemplo, pelo ld.bfd). É difícil dizer se a UE precisa dele para algo. A ABI v1 não é boa de qualquer jeito, e tem umas estranhices como descritores de função que fazem chamadas à bibliotecas mais lentas e precisando de pointers de função mais longos que 8 byes, precisando de uma indireção dupla, enquanto a versão 2 nova da ABI tem um design muito melhor e funciona até em sistemas big endian, mesmo que tenha sido projetada em 2013 com sistemas little endian em mente.

O VoidLinux suporta o novo ABI v2, então nossa intenção é instalá-lo na nossa VM Power9 na OSU, substituindo a versão atual baseada no Debian. Apenas resolvendo os problemas da ABI poderemos finalmente compilar a Unreal em uma máquina PPC64 big endian.

Como a máquina Power9 que estamos usando na OSU depende do OpenStack, teremos que criar uma imagem VoidLinux para aquela. No momento, o VoidLinux não tem o pacote cloud-init requerido pelo OpenStack. Portanto, começamos a trabalhar nisso seguindo a documentação do cloud-init.

This image has an empty alt attribute; its file name is VoidLinux_PPC64_KVMG5.png
Testando a integração do cloud-init no VoidLinux PPC64 rodando no QEMU no G5.

Seremos gratos por qualquer ajuda para apoiar-nos nesse esforço importante, particularmente aqueles que tem conhecimento sobre como preparar o cloud-init. Um problema extra é que o nosso membro que está trabalhando nesta tarefa não tem acesso a nenhum hardware PPC64 e depende de uma imagem lenta emulada de PPC64 no QEMU 4.2.0 rodando em hardware x86.

This image has an empty alt attribute; its file name is VoidLinux_PPC64_QEMU_PPC_onX86.png
VoidLinux PPC64 rodando no QEMU em uma máquina x86.

Na busca de sistemas adicionais que suportam a ABI v2, também investigamos o Adelié Linux, que lançou recentemente a versão 1.0RC1 para ppc64. Infelizmente, não suporta nativamente cloud-init.

Colaboração com o Libre-SOC

Gostamos muito do trabalho dos nossos amigos do Libre-SOC. Entramos em contato para estabelecer um bom relacionamento para apoiar os ideais de hardware aberto.

This image has an empty alt attribute; its file name is lsoclogo400.png

O Libre-SOC é um projeto de hardware e software livre que visa criar um SOC POWER com CPU, GPU, VPU e controlador DDR. Todo o hardware e software, desde driver até o RTL e células VLSI são software livre. A Libre-SOC também provê todos os drivers necessários, incluindo o Kazan (um driver 3D Vulkan) e o código-fonte completo da firmware ROM de boot, com suporte total a boot a frio sem ROM para maior confiabilidade.

O mercado alvo inclui consumidores que precisam de sistemas integrados acelerados sem precisar contar com a ARM ou drivers proprietários, famosos por causar problemas no passado.

A primeira versão da Libre-SOC tem como meta um sistema single-core 180nm. Versões futuras tem como meta núcleos SMP menores, para projetos SBC.

Entrevista com Roberto Innocenti sobre o nosso projeto, graças ao Charbax da ARMDevices

No fim de abril, graças ao Charbax da armdevices.net, Roberto Innocenti, o idealizador do laptop PowerPC e co-fundador da Power Progress Community foi entrevistado. A entrevista foi sobre o projeto do laptop e outras atividades realizadas pela associação sem fins lucrativos. Abaixo você encontrará a lista de tópicos discutidos durante a entrevista. Achamos que a entrevista é interessante e cobre bem a abordagem que seguimos, mesmo que às vezes o inglês de Roberto seja difícil de entender. Durante a entrevista, alguém perguntou sobre o Manjaro para PowerPC. Parece que esta distribuição não suporta o PowerPC.

0:13 – Apresentação de Roberto Innocenti
0:45 – A comunidade Power Progress
1:34 – O projeto do notebook PowerPC
3:15 – A história da arquitetura PowerPC
6:13 – A fundação OpenPOWER
7:11 – Por que a CPU NXP e não IBM?
9:40 – PowerPC no Linux
11:35 – Distribuições Linux que rodam no PowerPC
13:36 – Futuro do PowerPC embutido
15:21 – Fatos interessantes sobre o processador Cell
18:27 – Esquemáticas e diagramas do notebook PowerPC
19:31 – Especificações da CPU NXP
20:13 – GPU atualizável AMD Radeon MXM
21:02 – Contribuição da comunidade Power Progress e da ACube Systems Srl
22:24 – Dissipação térmica, uso comercial e aptidões da CPU NXP
27:40 – Armazenamento
28:28 – Mais sobre a GPU AMD Radeon MXM
30:14 – A performance de um MacBook PowerPC antigo comparada à do kit de desenvolvimento do notebook PowerPC
31:41 – Quem é o melhor? Roberto Innocenti ou Steve Jobs? 😉
32:25 – Pessoas por trás do projeto do notebook PowerPC
34:07 – PowerPC vs. ARM
37:35 – Mais sobre a fundação OpenPOWER
40:43 – Detalhes sobre a campanha de arrecadação
43:52 – Chassis Slimbook Eclipse
46:50 – E um dispositivo estilo mini-desktop ou NUC?
48:44 – Preço estimado do notebook PowerPC
51:55 – Fabricação dos componentes
52:50 – Situação com a COVID-19
56:23 – Jovens envolvidos no projeto do notebook PowerPC
57:11 – Diversidade no processo de design de hardware, produção e distribuição
1:04:50 – Transparência da CPU NXP
1:06:13 – Mais sobre a fabricação dos componentes e dependência da China
1:09:21 – Ubuntu e Debian no PowerPC
1:11:03 – Manjaro e outras distribuições Linux no PowerPC
1:12:30 – Fase atual da campanha de arrecadação
1:14:00 – Sucessor potencial da CPU NXP

Atividades educacionais

Nesses tempos difíceis e com as restrições impostas pelo coronavírus, pelo menos na Itália, as escolas estão fechadas. Consequentemente, alunos dependem fortemente de dispositivos digitais para acompanhar as aulas e para manter contato com os amigos. Nem todas as famílias podem bancar um computador ou tablet para cada criança e algumas vezes, alunos são obrigados e estudar documentos longos em seus telefones, quando têm um. Estamos contribuindo com os sistemas de educação online mantidos pelas escolas provendo notebooks reciclados, e chamamos este projeto de “Reviva com Scratch” (“Rivivo con Scratch” in Italian).

This image has an empty alt attribute; its file name is aula_1.jpeg
Em escolas com nosso projeto “Reviva com Scratch”

Notebooks reciclados foram coletados por nós durante 2019 e 2020 (todos baseados em CPUs x86 relativamente antigas) e inicialmente alocadas para cursos de programação usando o software Scratch e para aprender matemática com o Gcompris. Para melhor servir às atividades dos alunos, optamos por um sistema Linux equipado com o ChromiumOS que é leve e funciona bem com os nossos notebooks reciclados e com o pacote Google Gsuite que é intensamente usado em salas de aula, especialmente nas escolas primárias, que são o foco principal do nosso projeto.

Prorrogação do prazo da campanha de arrecadação para conclusão da PCB e notícias sobre o projeto da placa-mãe

Estamos próximos dos 50% da meta de arrecadação da campanha de doação para a PCB. Agradecemos a todos que nos permitiram atingir o que muitos consideravam impossível. “A chave para o que se faz está no coração do que você acredita.” (Mario Luis Rodrigues Cobos)

Como todos nós, a maioria dos voluntários, colaboradores e doadores envolvidos em nosso projeto sofre com as consequências da epidemia de covid-19, levando a uma considerável redução das doações.

Imagem de Gerd Altmann da Pixabay

Por outro lado, muitas pessoas estão aproveitando a situação de estarem confinados para passar mais tempo com as suas famílias, com seus hobbies e para perseguirem o que almejam. Para muitos, isso significa mais tempo pensando, desenvolvendo e usando software de código livre, graças à liberdade para executar, copiar, distribuir, estudar, personalizar e melhorar o seu software. Para outros, significa ter mais tempo para desenvolver hardware de código livre, hardware de livre design mecânico e eventualmente retribuir à comunidade.

Entretanto, o impacto econômico da situação significa termos menos dinheiro à disposição, já que são outras as prioridades nas nossas vidas.

Depois de deliberarmos internamente, decidimos adiar o prazo final para doar para a campanha até o dia 30 de junho de 2020, esperando que tudo voltará ao normal em breve. No meio tempo, continuaremos dando o nosso melhor para manter o projeto em andamento.

Próxima rodada do block diagram e da planta elétrica

Desde janeiro, já transferimos à ACube Systems 8500 euros (cerca de 9200 dólares americanos). Portando, o projeto já está em andamento por um tempo.

Recebemos dos engenheiros uma versão atualizada do diagrama elétrico, que leva em consideração as últimas novidades. Esta está sendo avaliada antes de sua publicação, o que acontecerá em provavelmente uma semana.

Entre outras mudanças, atualizamos o switch PCIe da Pericom do modelo anterior (PI7C9X2G608GP) para o mais capaz PI7C9X2G612GP, que oferece 12 faixas em vez de 8. Este switch conecta a placa-mãe à placa de entrada e saída Eclipse via PCIe, conectando essa à porta Ethernet Realtek RTL8111F, ao leitor de cartões SD Realtek RTS571x e às duas portas USB 3.

A nova versão do diagrama também inclui um hub USB 2 extra, gerenciado pelo MicroChip USB2514 que será conectado à uma das portas USB do T2080. A esse hub conectaremos o teclado SK5126 e a um leitor de cartões SD controlado pelo chip Realtek RTS571X da placa de expansão de entrada de saída Eclipse, e com o WLAN e o LTE M2.

O Microchip Ethernet Transceiver KSZ9031 continua presente e está conectado pela porta RGMIIo do T2080 usando um cabeçote de 8 pinos.

Uma porta MicroSD será conectada diretamente à interface controladora eSDHC do T2080.

Abaixo, o diagrama atualizado

Diagrama da placa-mãe PowerPC do notebook de hardware aberto – Abril de 2020

Compilando a Unreal Engine PPC64

Recentemente novos colaboradores juntaram-se às nossas atividades e estão ajudando o projeto e outras atividades da nossa associação. Por exemplo, graças a eles, progredimos na compilação da Unreal Engine no PowerPC 64 Big Endian, um software de grande importância que preparamos para o nosso notebook.

Script para baixar e compilar clang

O primeiro passo é obter a toolchain clang necessária pelo script de compilação da engine. Como uma toolchain PowerPC não está disponível do repositório da Epic, precisamos prepará-la nós mesmos.

O script principal é o build_linux_toolchain.sh encontrado no diretório Engine/Build/BatchFiles/Linux/Toolchain/DockerOnWindows/build_linux_toolchain.

Baseado na versão ppc64le, o script baixa e compila o gcc 9.2.0 usando a crosstool-ng e depois faz o mesmo com o clang. A nossa versão de referência é a 8.0.1 do repositório oficial no git https://github.com/llvm/llvm-project.git.

Temos alguns problemas durante a cópia final da toolchain, quando o gcc e o clang são movidos para o sysroot. Depois disso, os executáveis dentro do sysroot geram uma falha de segmentação.

Você pode encontrar nosso fork ppc64 em https://github.com/robyinno/UnrealEngine/tree/4.23-ppc64 (você precisa aceitar os termos de uso da Epic Games). Criamos uma Wiki em UnrealEnginePPC64 Wiki.

Se gostaria de colaborar conosco, contate-nos.

Progresso no design da PCB e no software

Atualizações nos diagramas estão sendo transpostos ao design da PCB

Em fevereiro, o projetista analisou o switch PCIe PI7C9X2G608GP da Pericom com suporte direto da sua equipe. O switch foi completamente testado e toda a preparação necessária foi concluída. O projetista completou a inclusão de toda a informação pertinente à nova versão do diagrama, começando a dar luz à PCB.

O projetista também atualizou as conexões SerDes de acordo com as nossas sugestões e considerando as notas que fornecemos. Esperamos uma nova versão do diagrama em breve.

  1. render powerpc notebook

    Donation Campaign for PCB design of the PowerPC Notebook motherboard

    €14,180.16 donated of €19,000.00 goal

Arctic-Fox 27.10.1 PPC64 no nosso repo

O colaborador principal ao Arctic-Fox, Riccardo Mottola, membro da associação Power Progress Community, lançou a nova versão 27.10.1+bo, que compilamos e adicionamos à nossa repo Debian PPC64. De acordo com Riccardo, “session store, código significantemente melhorado comparando-se com as versões anteriores, melhorias na performance na engine html e também um novo sistema de compilação importado do Firefox. Essa versão é uma grande melhoria quando comparada à 27.9.19.”

Arctic-Fox 27.10.1 PPC64 no nosso T2080-RDB, que tem o mesmo processador que nosso futuro notebook.

Progresso na Unreal Engine para PowerPC64 Big Endian

Estamos trabalhando em uma versão da Unreal Engine (UE) para o PowerPC 64 Big Endian, tentando compilar da fonte. A versão original da UE 4.23 para ppc64le foi desenvolvida por Elvis Dowson e pela Raptor Engineering e pode ser encontrada em https://github.com/edowson/UnrealEngine/tree/4.23-ppc64le. Acesso ao código-fonte da UE4 depende da aceitação da licença de uso da Epic Games como descrito em https://www.unrealengine.com/en-US/ue4-on-github.

Modificamos os scripts originais para compilar para o PPC64 Big Endian mas, até agora, ainda temos muitos erros para resolver antes que possamos gerar um executável funcional. Você pode encontrar nosso fork da versão PPC64 aqui (você precisa aceitar a licença da Epic Games).

Estamos compilando o código-fonte usando uma máquina virtual Power9 fornecida pela Open OSU e nosso kit de desenvolvimento NXP T2080-RDP usando o Debian PPC64 SID instável. Se você quer ajudar a resolver os erros de compilação, você pode começar pela UnrealEnginePPC64 Wiki e entrar em contato conosco.

Uma screenshot da compilação da Unreal Engine em progresso no nosso kit de desenvolvimento T2080-RDB, que tem o mesmo processador PPC64 Big Endian que nosso futuro notebook.

Atualizações do design do PCB e lista de componentes atualizada

Conforme mencionado anteriormente, já contratamos a ACube Systems, que já iniciou os trabalhos na nossa PCB. Este post reporta o progresso desse trabalho.

Atualmente, o projetista está analisando o switch Pericom com seu suporte direto.

O switch PCIe PI7C9X2G608GP da Pericom é de segunda geração que fornece uma porta de saída x4 ou x1, e 4 ou 5 portas de entrada que suportam operação x1. A dissipação do chip é de 1,2W.

Na nossa placa-mãe, o PI7C9X2G608GP é essencial porque permite-nos conectar um controlador PCIe 2.0 da CPU NXP T2080 com quatro chips ou placas PCIe: uma placa 3G/LTE M.2, uma placa M.2 Wi-Fi, um controlador Renesas USB3 e um chipset de áudio da C-Media.

A CPU NXP T2080 tem quatro controladores PCI Express (dois deles suportam PCIe 2.0 com largura máxima de linha x8, e outros dois suporam PCIe 3.0 com largura máxima de linha x4).

Ela também suporta partição de recursos e tem uma Datapath Acceleration Architecture (DPAA) com muitas capacidades. Algumas delas listadas abaixo:

  • Processamento de protocolos de segurança SEC 5.2
  • Engine de compressão e descompressão DEC 1.0
  • Engine de correspondência de padrões PME 2.1

Aberto a vários sistemas operacionais

Um dos critérios usados na seleção dos componentes da nossa placa-mãe foi a compatibilidade com vários sistemas operacionais livres e até sistemas compatíveis com Amiga.

A ACube Systems está em contato com a comunidade Amiga para facilitar o suporte. Além disso, a ACube está trabalhando em um driver para o nosso chip de áudio C-Media com suporte à sistemas compatíveis com Amiga.

Lista de componentes e pinagem

Abaixo, você encontrará a lista atualizada de componentes do diagrama da nossa placa-mãe, que é uma versão melhorada da lista anterior.

Na versão 0.2 do nosso diagrama elétrico, a pinagem do Slimbook Eclipse Notebook foi integrada como mostrado na galeria.

  • Slimbook Eclipse

Componentes do nosso diagrama 0.2

  • CPU: NXP T2080: Datasheet (login necessário)
  • Controlador SATA3: Marvell  88SE9235
  • Controlador USB3: Renesas μPD720201 Datasheet  (login necessário) 
  • PCIE Pericom Switch: Diodes Pericom PI7C9X2G608GP (6-port, 8-lane, PCIe2 Packet Switch with GreenPacket Technology) – diagrama página 24
  • Chip de áudio: C- Media CM8828 e CM9882A – diagrama página 31
  • CPLD WRAPPER AND IO EXPANDER – Schematics Page 14
  • Transmissor HDMI: ON Semiconductor CM2020-01TR datasheet
  • Conversor de corrente: LTM8064EY#PBF datasheet
  • Controlador de recarga de bateria: LTC 4100 datasheet
  • Gigabit Ethernet Transceiver com suporte RGMII: Microchip KSZ9031RNX datasheet
  • Conector compatível com MXM3.0: JAE MM70-314-310B1-2-R300  datasheet

Outros:

  • Gerador de clock: IDT 9FGV0641 datasheet – diagrama página 34
  • Sintetizador de frequência : DT9FGV0641 datasheet
  • 100V UV/OV com controlador de proteção reverso e disjuntor: LTC4368 datasheet – diagrama página 40

Diagrama de bloco do notebook OSHW PowerPC

O projeto do PCB começou! Carpe Diem!

Quatro meses depois do início da nossa campanha de arrecadação para o projeto da PCB, atingimos 27% (6.500 EUR) da nossa meta de de 24.000 EUR para a fase 1 do projeto. Admitimos que o ritmo das doações é menor que o esperado.

A fase 1 é dividida em duas sub-tarefas:

  • 1A) Projeto da PCB: 19.000 EUR
  • 1B) Simulações Fast SI do bus: 5.000 EUR

Em outras palavras, atingimos 34% do que precisamos para a sub-tarefa 1A.

Como queremos acelerar as atividades o máximo possível, decidimos formalmente dividir a fase 1. Logo, não esperaremos a meta de 24.000 EUR para começar o projeto da PCB.

Para tal, assinamos um contrato com a ACube Systems, com a qual contamos para o projeto, apenas para a sub-tarefa 1A. Com isso, temos a chance de começar o design da PCB agora mesmo. No momento da assinatura do contrato, pagamos 6.000 EUR, que é a quantia necessária para o projetista começar a trabalhar.

Slimbook Eclipse Notebook

Um dos motivos da pressa é a limitação da disponibilidade do Slimbook modelo Eclipse, que não durará eternamente, como qualquer outro componente selecionado durante a criação do diagrama elétrico. O diagrama elétrico é personalizado para a pinagem deste modelo específico de Slimbook, e o desenho da placa-mãe é tal para que caiba no seu chassis. Por estas e outras limitações, precisamos terminar o projeto da PCB (fase 1A), as simulações do bus (fase 1B) e os protótipos (fase 2) aproximadamente no próximo verão.

Determinamos o fim de abril de 2020 como data limite para o fim da fase 1A. Então temos 3 meses para arrecadar os 12.500 EUR restantes. Entendemos que é uma meta ambiciosa, mas é necessária se não quisermos falhar.

Por isso, pedimos encarecidamente aos nosso colaboradores e todos os que querem que o projeto do laptop PowerPC seja bem-sucedido, que colaborem o tanto quanto puderem.

Como todo o projeto segue princípios de hardware livre, não esperamos a contribuição de nenhuma empresa, pois elas não teriam com isso vantagem competitiva alguma. Portanto, a única solução para acelerar a arrecadação é aumentar o número de doares.

Por favor, ajude-nos a divulgar o projeto e a convencer mais e mais pessoas a doar.

Se você conhecer ou estiver envolvido em alguma iniciativa pública de pesquisa que possa financiar projetos de benefício público, ajude-nos a estabelecer contato.

Algumas dicas para ajudar com a divulgação:

  • Publique comentários em blogs, websites, perfis em redes sociais e fóruns que mencionem o projeto, divulgando os seguintes elementos chave:
    • Nosso projeto já começou o projeto da PCB.
    • A meta da Power Progress Community é terminar o notebook até o verão e precisa de doações agora.
    • A comunidade Power Progress, associação de usuários e sem fins lucrativos, publica todos os documentos relacionados ao projeto de acordo com princípios de hardware livre (OSH).
    • Os primeiros diagrams já estão disponíveis no nosso git: https://gitlab.com/oshw-powerpc-notebook/powerpc-laptop-mobo
  • Publique comentários em blogs e fóruns de tecnologia pedindo às pessoas que dêem uma chance ao projeto, de acordo com os seguintes fatos:
    • Nosso projeto promove a diversidade tecnológica (diferente de x86 e de ARM) pelo laptop de hardware aberto.
    • Livre-se de spyware e de backdoors ajudando o nosso notebook.
    • Qualquer um poderá personalizar qualquer aspecto do laptop (forma, componentes), como, por exemplo, criar uma versão reduzida de uma placa só.
    • Sendo completamente livre, o projeto gerará material útil a estudantes, que poderão estudar e investigar qualquer aspecto de um computador portátil.
    • Qualquer empresa poderá produzir a placa-mãe sem pagar quaisquer taxas, podendo personalizá-la irrestritamente.
  • Pedir a um blog ou publicação online para mencionar nosso projeto.

Estamos disponíveis para qualquer forma de colaboração. Entre em contato conosco ou participe da nossa enquete.

  1. render powerpc notebook

    Donation Campaign for PCB design of the PowerPC Notebook motherboard

    €14,180.16 donated of €19,000.00 goal

A campanha de arrecadação para a PCB começou!

  1. render powerpc notebook

    Donation Campaign for PCB design of the PowerPC Notebook motherboard

    €14,180.16 donated of €19,000.00 goal

Há alguns dias, anunciamos que a Slimbook proverá o chassis que precisamos para o nosso notebook PowerPC de hardware aberto. Além disso, publicamos no nosso repositório o PDF com a nova versão do diagrama esquemático. Mais notícias nos próximos dias.

eletrical schematic of powerpc notebook

A nova campanha de arrecadação já começou com 11% das metas alcançada graças à doações recorrentes de 10 ou 20 euros por mês. Eis onde jaz a força. Imaginem o que aconteceria se recebêssemos cem doações recorrentes de 10 euros cada?

Agradecemos novamente a todos os doadores: a aqueles que doam há mais de um ano, a aqueles que doam frequentemente e, claro, a aqueles que só puderam doar uma vez. Graças a todos vocês aqui chegamos.

Mais de 100 pessoas declararam a intenção de contribuir para a campanha de arrecadação para a PCB. Por isso, acreditamos que a hora de começar é agora.

Para finalizar, muitos se comprometeram a divulgar a nossa campanha e involver outros no projeto. Agora que a campanha começou, você pode fazê-lo.

Admiremos o poder do efeito borboleta!

Duas linhas em um sistema Lorenz – Thierry Dugnolle CC BY-SA 4.0

A Slimbook fornecerá o chassis do notebook

Um dos pontos principais no projeto de um laptop é a relação entre a placa-mãe e o invólucro. Ao mesmo tempo, o invólucro deve levar em consideração como será a placa-mãe.

Estamos felizes em anunciar que a Slimbook fornecerá o chassis que precisamos para o nosso notebook de hardware aberto. A ACube e a Slimbook estão colaborando desde o início do ano, trocando informações sobre a disposição dos componentes, pinagem, dissipação térmica e etc..

A ACube é uma companhia bem conhecida com experiência em criar computadores PowerPC, incluindo as placas-mãe Sam460ex e Sam460cr e o desktop AmigaOne 500.

Graças àquela colaboração, já temos quase tudo o que precisamos para atingir nossa meta, em termos de tecnologia.

Versão final da esquemática elétrica

Informamos ainda que, nos primeiros dias de outubro, publicaremos em nosso repositório o pdf contendo a versão final da esquemática. Depois disso, ainda durante outubro, disponibilizaremos a fonte Orca personalizada para o chassis Slimbook.

Se você puder converter a fonte Orca para Kicad, siga em frente. Se tiver problemas, contate-nos e estaremos alegres em ajudar.

Novos aplicativos ppc64 na nossa repo

Finalmente, ajustamos as seguintes aplicações para ppc64 (big endian): arcticfox, palemoon, mame, fs-uae, libx265, qemu, midori. Elas rodam no Power Mac ou iMac G5 (processador Power4) e também nos processadores Big Endian ppc64 mais recentes, como o NXP T2xxx e T4xxx.

Estamos trabalhando também em aplicações mais complexas, como Blender, que precisam da criação de grupos especiais para a distribuição do trabalho.

Estamos testando, reportando bugs e sugerindo alternativas para completar a instalação do Debian 10.0 usando as ISOs fornecidas pela equipe do Debian ppc64be.

Caso queira se juntar a um dos nossos grupos de software e ajudar nessas tarefas, contate-nos.

Campanha de arrecadação para o projeto da placa-mãe do notebook PowerPC

Lançamento do projeto da PCB de hardware aberto do notebook GNU/Linux PowerPC

  1. render powerpc notebook

    Donation Campaign for PCB design of the PowerPC Notebook motherboard

    €14,180.16 donated of €19,000.00 goal

A arrecadação inicial de 2.703 EUR desta campanha deriva principalmente de doações recorrentes que continuam desde que a nossa campanha antiga atingiu a sua meta.

Resumindo:

Nosso grupo de hardware identificou no início de 2017 a lista de componentes desejados e características do laptop. Em junho de 2017, lançamos a primeira campanha de arrecadação, que tinha como objetivo pagar a ACube Systems para projetar o diagrama esquemático e, um ano depois, em junho de 2018, atingimos a meta de coletar 12.600 EUR e começar o projeto. Você pode baixar aqui o diagrama.

Na data de publicação deste texto, as especificações do notebook são as seguintes:

  • CHASSIS: Slimbook Eclipse notebook case 15,6”
  • CPU: NXP T2080, e6500 64-bit Power com tecnologia Altivec
    • 4 x e6500 com dois núcleos dual-thread, com backside cache de baixa latência L2 de 2MB, 16GFLOPS de performance por núcleo.
  • RAM: 2 slots para memória DDR3L SO-DIMM
  • VIDEO: MXM3 Radeon HD (removível)
  • AUDIO: chip C-Media 8828 com conectores de entrada e saída de áudio
  • USB: portas USB 3.0 e 2.0
  • ARMAZENAMENTO:
    • NVM Express (NVMe), M.2 2280
    • 2 x SATA3
    • 1 x SDHC
  • REDE:
    • 1x ethernet RJ-45 connector
    • WiFi
    • Bluetooth
  • FORÇA: carregador integrado com gerenciamento inteligente de energia

Testamos o kit de desenvolvimento T2080RDB em modo autônomo com uma placa de vídeo PCIe, um SSD e nosso gabinete de madeira, com a mesma CPU (NXP T2080) da nossa placa-mãe PowerPC, rodando o Debian 10 PPC64 BE e Fienix. Abaixo alguns vídeos com esta placa que, lembramos, não tem todas as capacidades que estão incluídas em nosso projeto. Nossa placa será mais rápida por ter SATA3, USB3, M2 e uma placa de vídeo Radeon MXM, com otimização do gerenciamento do PCIe.

Slimbook Eclipse Notebook

A Slimbook nos fornecerá o chassis do seu laptop Eclipse. O corpo do laptop contém o chassis inteiro, o sistema de resfriamento, a tela, o teclado, a iluminação da tela, a câmara, os alto-falantes e a bateria. Precisamos acelerar o processo de produção da PCB contribuindo para a campanha de arrecadação. O Slimbook Eclipse não estará disponível para sempre e, como projetamos nossa placa-mãe para caber nesse chassis, não podemos perder a oportunidade.

Prefácio

Queremos muito tornar o notebook PowerPC lançado como open source. Para atingir esta meta, precisamos projetar do zero uma placa-mãe que caiba em um chassis de notebook e que suporte o porte de software de código aberto PowerPC. Lançamos a idéia em 2014 e, desde então, o número de pessoas envolvidas têm aumentado constantemente. Já temos 50 voluntários experientes que apoiam o projeto de diversas maneiras. Alguns estão consertando ou otimizando pacotes Debian para a plataforma PowerPC de 64 bits com Altivec, alguns colaboram com a comunicação nas redes sociais, outros ajudam com traduções e uns poucos ajudam com o projeto eletrônico. Em termos de hardware, em 2016 começamos uma colaboração com a ACube Systems, uma companhia italiana que tem uma longa experiência em projetar placas-mãe baseadas na plataforma PowerPC. Tivemos sorte em encontrar na ACube um grupo de pessoas empolgadas que compartilham nossa crença nos benefícios a longo prazo da filosofia de hardware aberto. Sua extensa experiência com a arquitetura PowerPC os tornam nossos parceiros ideais.

Junto com a ACube já completamos e publicamos as esquemáticas elétricas e agora, graças à nova campanha de arrecadação, já começamos a projetar a placa de circuitos impressos (PCB). Essa nova campanha é dividida em 5 fases, conforme descritas abaixo.

Em 2016, fundamos a Power Progress Community, uma associação sem fins lucrativos baseada em Milão, Itália, que nos permite gerenciar as finanças e assinar contratos com empresas. Graças à essa associação, colocamos em ação nossa meta de injetar vida nova na plataforma PowerPC, primeiramente com a implementação de hardware livre, depois com a atualização do software e apoiando sua manutenção. Começamos com o laptop de hardware aberto e preparamos um plano geral com a ACube Systems, que disponibilizamos a todos no nosso website e em outras formas de mídia social. A comunidade Power Progress Community e a ACube concordaram em apoiar e coordenar o projeto e, principalmente, a ACube se comprometeu a construir a placa-mãe.

Segunda campanha de arrecadação: cronograma e meta

A meta desta campanha de arrecadação é disponibilizar publicamente uma placa de circuitos integrados de qualidade final, que será baseada nos diagramas elétricos esquemáticos que foram possibilitados pela primeira campanha de arrecadação. O produto final deverá estar pronto para ser produzido por qualquer companhia. Para atingir essa meta, produziremos cinco protótipos e os testaremos exaustivamente para certificar sua funcionalidade. O projeto será executado pela companhia italiana ACube Systems em parceria com a Power Progress Community.

De acordo com a nossa tradicional filosofia de hardware aberto, todos os resultados serão publicados a todos, sob acordo escrito com a ACube combinado com a disponibilidade das especificações técnicas dos chips cuidadosamente selecionados para a nossa placa-mãe. Por causa da complexidade dessa segunda campanha, e graças à experiência adquirida durante a primeira, decidimos dividi-la em várias fases:

  1. Placa de circuito impresso (PCB), com um total de 24.000 EUR, divididos em duas sub-fases:
    1. 1A: Projeto da placa – 19.000 EUR.
    2. 1B: Simulações do bus Fast SI – 5.000 EUR. (O que é isso?)
  2. Produção e entrega de cinco protótipos. 10.500 EUR.
  3. Teste de hardware usando software disponibilizado pela fabricante ACube. 14.000 EUR.
  4. Pré-certificação e certificação CE. 12.500 EUR.

Quando começarmos a fase 1, transferiremos os fundos para a ACube assim que começarmos a recebê-los pela campanha. Esta foi a abordagem usada na primeira campanha, que foi muito bem sucedida. Assim, garantiremos alguma continuidade no processo de design.

Fase 1A

Quando atingirmos a meta da fase 1A de 19.000 EUR, a ACube Systems completará e entregará o projeto da placa de circuitos impressos.

Fase 1B

Quando atingirmos o fim da fase 1B, correspondente a 24.000 EUR (os 19.000 EUR anteriores, mais 5.000 EUR), a ACube entregará o resultado das simulações do Fast SI bus e uma versão atualizada do design do PCB com correções resultantes da simulação. Antes de transferirmos a quantia total dos fundos relacionados às fases 1A e 1B, teremos um mês para rever o projeto final. Como queremos transparência total durante toda a campanha, periodicamente publicaremos notícias sobre o progresso na sua página.

Certificação do hardware aberto

Estamos tentando aderir às normas e requisitos de Open Source Hardware no projeto da nossa placa-mãe. Logo, comprometemo-nos a evitar quaisquer componentes que necessitem a assinatura de um NDA (acordo de sigilo). Para isso, contactamos vários fornecedores de componentes para verificar se concordariam com a distribuição do nosso hardware como Open Source. A NXP, que é a companhia que produz nosso processador, entre outros, concordou.

O processo para alcançar concordância com as normas Open Hardware foi cuidadosamente estudado por estudantes de direto da New York University School of Law. Graças ao seu trabalho, conhecemos as implicações práticas dos requisitos para uma certificação OSWHA Open Hardware, que foram verificadas com o pessoal da OSWHA.

Uma parte importante do processo para um componente ser considerado Open Hardware é o requerimento de que tudo o que está sob nosso controle que é usado para produzir nossa placa mãe, esteja disponível publicamente, como diagramas esquemáticos, placas de circuito impresso, arquivos Gerber, etc.. Consequentemente, a maioria das especificações dos chips usados no nossos diagramas é acessível gratuitamente. Alguns fornecedores exigem a remoção de detalhes técnicos secretos, mas isto não prejudica nossa certificação, porque podemos demonstrar que tentamos ao máximo ser o quão aberto quanto pudemos. Temos certeza que você estará satisfeito com o design final da nossa placa de circuitos impresso e será orgulhoso de ter sido um dos contribuidores que tornaram realidade a primeira e única placa-mãe PowerPC para notebooks projetada em torno do GNU/Linux!

Financiamento

Não usaremos nenhuma plataforma famosa de crowdfunding, porque a Power Progress Community é uma associação italiana sem fins lucrativos, não nos permitindo vender e comercializar produtos. Por não sermos uma entidade comercial, não precisamos aderir a metas de negócio estritas ou ter um prazo apertado para a conclusão do produto. Isto combina com o fato de a associação ser uma comunidade de entusiastas que trabalha no projeto no seu tempo livre. Por essas razões, podemos manter campanhas de arrecadação de prazo indeterminado.

Aceitamos várias formas de doação: imediatas ou recorrentes de menor valor. É fácil cancelar uma doação recorrente usando o PayPal. Cada fase da campanha de arrecadação será financiada dedicadamente por um acordo separado com a ACube Systems, começando assim que os fundos necessários sejam coletados. Assim que publicarmos o resultado de uma etapa, partiremos para a próxima.

Sendo uma associação de entusiastas sem fins lucrativos, não precisamos esconder nada do público. Portanto, seremos o mais transparente possível e manteremos informados todos aqueles interessados no projeto. Publicaremos periodicamente qualquer progresso e responderemos à quaisquer perguntas. Qualquer um poderá a qualidade do nosso resultado e a sua concordância com princípios livres e esperamos que, ao longo do caminho, encontremos mais voluntários interessados em ajudar-nos a alcançar as nossas metas. Publicaremos periodicamente a lista de doadores mas, é claro, se você preferir, poderá doar anonimamente.

Formas de pagamento

Doação online via PayPal

Clique em Donate e escolha PayPal como forma de pagamento. Você pode escolher com que frequência e qual valor deseja doar. (Como cancelar doações recorrentes)

Doação offline via transferência bancária

Nome do banco: Banca Etica
Titular da conta: Power Progress Community
IBAN: IT94X0501801600000012339610
BIC SWIFT: CCRTIT2T84A
Motivo: “PPC notebook donation – NOME SOBRENOME”
(Nome e sobrenome serão os mesmos que você preencherá na página Donate)

Quando doar offline, as doações recorrentes são só uma notificação de intenção. O sistema não é automático e você precisará efetivar a transferência periodicamente.

Método de pagamento preferido

Nosso método de pagamento favorito, com comissões e custos baixos, são:
– União Europeia: transferência bancária (online ou offline)
– Outros países: transferência bancária via TransferWise ou CurrencyFair (veja mais)

Quem está envolvido na campanha

A comunidade Power Progress Community é uma associação sem fins lucrativos mantida por entusiastas que contribuem voluntariamente e são inspirados pelos movimentos de hardware e software abertos. A nossa missão não é vender produtos. O projeto do notebook PowerPC é um exemplo: a comunidade inteira trabalha para criar e consolidar um grupo de compradores grande o suficiente para encorajar um fabricante a produzir o produto. A comunidade foi idealizada enquanto trabalhamos no projeto do notebook PowerPC GNU/Linux e fundada em outubro de 2014. Durante estes anos, a iniciativa reuniu pessoas apaixonadas pela ideia de software livre e aberto, PowerPC e, em geral, também hardware aberto, por um consumo mais ético, sustentável e socialmente consciente.

Juntos decidimos fundar esta associação como uma forma de ajudar e apoiar a nossa iniciativa original, e até apoiar ideias e projetos maiores no futuro. A associação promove e dissemina software e hardware abertos, com um foco não-exclusivo nas plataformas PowerPC e OpenPower.

A ACube Systems é uma companhia italiana que produz sua própria linha de placas-mãe PowerPC. Desde o começo do projeto, a ACube aceitou produzir nossa placa-mãe. Agradecemo-los por permitir uma abordagem transparente na produção de hardware certificado Open Source.

Metas que já atingimos

O esforço da comunidade Power Progress Community para reviver a plataforma PowerPC envolve um número grande de atividades. Resumiremos aqui as mais importantes.
Nós periodicamente publicamos notícias na página da associação, na página do projeto do notebook (esta), no fórum e nos nossos perfis nas redes sociais (Facebook e Twitter).

  • Atraímos com sucesso a atenção de muitas pessoas e, nos últimos anos, tivemos sucesso em criar uma comunidade de pessoas entusiasmadas e de várias habilidades, todas compartilhando a meta comum de reviver a plataforma PowerPC. Temos agora vários grupos temáticos: um para atividades relacionadas ao hardware, um grupo de software e um grupo dedicado à comunicação.
  • Com o anúncio do fim do suporte pelos desenvolvedores do Debian ao PowerPC, um grupo pequeno mas dedicado de programadores juntou-se a nós e agora tenta manter o repositório Debian PowerPC 64. A meta é manter a plataforma no mesmo nível das outras arquiteturas Tier-1. Você pode testar nosso repositório para distros Debian PowerPC 64 aqui. Para atingir tamanha meta, contamos com a colaboração de mais voluntários. Não hesite e contate-nos. Se você estiver interessado em como começar a usar o Debian no PowerPC, verifique nossa Wiki.
  • Mantemos contato com outros projetos e companhias privadas que estejam interessadas em apoiar a plataforma PowerPC.
  • Placa T2080 com placa de vídeo, Debian Sid e Fienix – Gnome, MATE e LXDE. Nossa equipe começou em 2016 a testar kits de desenvolvimento baseados na CPU NXP T2080. Depois de inúmeras tentativas, conseguimos uma instalação com uma placa de vídeo PCIe com chip Radeon e Debian Sid ou Fienix, ambas com um desktop moderno como Gnome, MATE e LXDE.
  • Diagrama esquemático resultado da nossa primeira campanha de arrecadação.
  • Colaboração com a Slimbook para o chassis do notebook. Finalmente, temos a honra de anunciar que resolvemos o problema da produção do chassis do laptop. Este foi um problema que subestimamos e causou vários atrasos, pois o projetista do hardware precisava de uma lista final das portas externas para concluir a pinagem de vários chips. Depois de muitas tentativas, graças à colaboração com a Slimbook, podemos usar um chassis comercial.

FAQ

Por que uma campanha de arrecadação?

Não podemos usar um site de crowdfunding comercial porque estes são direcionados ao apoio à comercialização de um produto e, além do mais, exigem um protótipo para começar a campanha. Não estamos produzindo nem vendendo um produto; estamos apoiando a pesquisa e o desenvolvimento. Para atingir esta meta, precisamos financiar o processo de engenharia. A solução encontrada foi receber doações diretas e publicar os resultados em um site.

Projetar um notebook PowerPC é uma das metas da Power Progress Community. Logo, você financiará a missão oficial da associação sem fins lucrativos. Cada doação é liberal, então você concorda que não receberá um produto físico ou ressarcimento.

Sua doação será usada para atingir a meta de publicar toda a documentação necessária para encorajar qualquer companhia a produzir uma placa-mãe baseada em uma plataforma PowerPC. Assinaremos o segundo contrato com a ACube System assim que atingirmos as doações necessárias. Baseando-nos nas nossas enquetes, acreditamos que poderemos começar a projetar a placa de circuitos impressos em fevereiro de 2020.

O que aconteceria na pior das hipóteses?

Todos os doadores votariam em qual seria o melhor uso para os fundos arrecadados. A única restrição é que a nova meta seja coerente com a missão da associação. Outros projetos:

A missão da associação é decidida por seus membros. Um doador potencial poderia se juntar à associação Power Progress Community pagando a tarifa anual.

Restrições impostas à associações sem fins lucrativos na Itália

Uma organização como a nossa precisa considerar as seguintes restrições:

  1. Uma associação sem fins lucrativos não pode fabricar produtos comerciais;
  2. Uma associação sem fins lucrativos pode receber doações, mas não pode restituí-las;
  3. Uma associação precisa ser coerente com sua meta e pode pedir doações para atingi-la.

O que acontece se a campanha de arrecadação falhar?

As doações coletadas financiariam outra meta que concorde com a missão da organização.

Todo o dinheiro é usado para pesquisa?

Quase todo. Bancos e PayPal cobram taxas sobre as transações, inclusive doações. Como uma entidade sem fins lucrativos, pagamos dentro da UE 1,8% + 0,35 Euro de comissão. Fora da UE, pagamos 2,8% + 0,35 Euro. Já notamos que, para alguns países, pagamos 4% de comissão. Caso seu banco seja fora da União Europeia, o nosso custo é alto: 6 euros. Recomendamos um serviço como o TransferWise para reduzir as comissões para ambas as partes.

O que acontece se a campanha ultrapassar a meta?

Os fundos remanescentes serão usados na próxima etapa do projeto.

Nossa cultura de hardware aberto em várias cidades – vídeos

Vídeo da apresentação ao grupo de usuários Linux de Vinceza, Itália, 26 de novembro de 2019.

Apresentado por Roberto Innocenti da Power Progress Community e Enrico Vidale da ACube Systems.

Foi a primeira vez que a Power Progress Community e a ACube Systems apresentaram juntas. Foi uma apresentação bem detalhada.

Agradecemos à LugVi pela organização perfeita, pelo excelente trabalho editando o vídeo usando o Olive e pela participação ativa dos experts em software e hardware livre. Estes compareceram oriundos de toda a região de Veneto. Foi um prazer imenso responder à todas as perguntas.

Vídeo da nossa apresentação do dia 15 de novembro na sfscon.it – Conferência de software livre de Bolzano, Tirol, Itália, onde falamos sobre “o efeito borboleta de uma placa-mãe de notebook de hardware aberto”.

Os fotógrafos profissionais da sfscon.it fotografaram-nos com nossos kits de desenvolvimento T2080, na mesa que dividimos com o grupo de usuários Linux de Bolzano. Você pode ver nosso kit de desenvolvimento instalado no nosso gabinete de madeira, atraindo muito interesse.

Participantes interessados com nossos panfletos.

Próximas apresentações:

Nosso projeto será apresentado na cimeira Open Source de Paris nos dias 10 e 11 de dezembro, graças à associação com a April, que se dedica a promover e proteger o software livre.

A C-Media apoia nosso projeto Open Source PowerPC

Temos o prazer de anunciar a nossa colaboração com a C-Media. A C-Media é um lider global na área de círcuitos integrados de áudio e software.

https://www.flickr.com/photos/zenmama/13930451071/

Durante o ano de 2019, procuramos um chip de áudio para nossa placa-mãe. Achamos que o controlador de áudio CM8828 HD e o codec CM9882A seriam bons candiados. Após alguma discussão e apresentar o nosso projeto, eles decidiram nos apoiar e enviaram uma placa de testes para a Acube.

Sobretudo, a C-Media fornecerá os chips para a produção do nosso notebook. Eles sabem que os chips farão parte de uma placa Open Source e fornecerão a informação para escrever dos drivers que precisarmos. Além disso, encomendamos três placas de som PCI baseadas no CM8228/CM9882A para testar com os nossos DevKits T2080 e também para a Acube.

Isso é ótimo para o nosso projeto. O chip de áudio tem ótimas especificações e além disso temos uma comunicação excelente e direta com o fabricante. Agradecemos à C-Media por apoiar nosso projeto e acreditar no hardware Open Source.

Especificações do C-Media CM8828.

Diagrama de bloco do notebook OSWH PowerPC – julho de 2019